Ação integrada da Polícia Civil e Sema constata irregularidades ambientais em garimpo

Da Redação

Um garimpo instalado no município de Nova Xavantina (645 km a leste de Cuiabá) teve as atividades suspensas nesta sexta-feira (16.10) durante ação de fiscalização realizada pela Polícia Civil e Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema).

O trabalho integrado da Delegacia de Polícia de Nova Xavantina em apoio à equipe da Sema resultou na suspensão das atividades de extração do garimpo em razão das irregularidades constatadas no local.

A diligência foi deflagrada para apurar possíveis danos ambientais produzidos em um garimpo nas proximidades do Córrego Antártico, que faz a extração de gemas de diamantes.

Os policiais civis, acompanhados dos fiscais da Sema, deslocaram-se para o local de balsa, onde foram constatadas as irregularidades. Também foram encontrados diversos galões de combustível (óleo diesel), armazenados de forma irregular, configurando a prática de crime ambiental.

A fim de resguardar o equilíbrio ambiental, a Sema suspendeu a licença de operação da atividade do garimpo por tempo indeterminado.

A Sema também advertiu sobre a atividade desempenhada pelo garimpo com grande risco de causar sérios danos ao Córrego Antártico, uma vez que com o tempo, a atividade do garimpo poderá fazer uma barreira no corpo hídrico sugando sedimentos naturais e causando diminuição do volume de água após a barreira, o que certamente causará enorme turbidez da água, além do risco de derramamento de óleo, levando com que a água se torne imprópria para o consumo.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *