Após temporada vitoriosa, Rony comemora conquista de vestir a camisa 7 do Palmeiras


Peça fundamental na conquista da Tríplice Coroa em 2020, o atacante Rony inicia a temporada 2021 com uma novidade às costas: o jogador agora é o novo camisa 7 do Verdão, mesmo número que usou em outros momentos importantes da carreira, como nas passagens por Náutico e Athletico-PR.

“Estou muito feliz por voltar a vestir o número 7, até pelo fato de se tratar de um clube como o Palmeiras. Quando saiu a numeração e eu estava com a 7, fiquei muito feliz, transbordei de alegria. É uma felicidade imensa. Acredito que é uma conquista para o jogador estar vestindo o número 7 do Palmeiras”, disse o atacante, vice-líder da equipe em assistências na temporada passada com nove passes certeiros.

O novo camisa 7 durante treinamento na Academia de Futebol (Cesar Greco/Palmeiras)

Grandes ídolos alviverdes vestiram a tradicional camisa 7 ao longo da centenária história do clube, como Julinho Botelho, Edu Bala, Edmundo, Paulo Nunes e mais recentemente, Dudu. “Acredito que é o sonho de qualquer jogador estar vestindo essa camisa, que tem muita história, muita tradição, vários jogadores que foram ídolos aqui no Palmeiras vestiram essa camisa, como Edmundo e Dudu. Espero dar continuidade fazendo história com essa camisa”, falou Rony. “Estou muito feliz, é emocionante, com certeza, estar representando também o meu Pará”, completou o atleta, vice-líder também em dribles em 2020.

Cesar Greco/Palmeiras

O jogador foi além das quatro linhas para exaltar a nova numeração. “Esse é o número da perfeição, número do Nosso Senhor Jesus. Acredito que o número 7 tem um significado muito grande, não só para mim, mas para toda minha família. Espero representar bem toda a Família Palmeiras”, destacou o atacante, que acumula 53 jogos e 11 gols pelo Maior Campeão do Brasil.

Rony foi o artilheiro do Verdão na CONMEBOL Libertadores 2020, ao lado de Luiz Adriano, com cinco gols, e foi o líder geral em assistências na competição com oito passes certeiros – a assistência mais importante aconteceu no jogo final, no Maracanã, quando a bola saiu dos seus pés e encontrou a cabeça de Breno Lopes aos 53 do segundo tempo para terminar no fundo das redes do Santos. Ele também teve participação direta na final da Copa do Brasil ao iniciar a jogada do gol de Gabriel Menino, que consagrou a conquista diante do Grêmio.

“Felicidade imensa. O ano de 2020 foi maravilhoso, acredito que não só para mim, mas para todos os meus companheiros. Um ano que, com certeza, vai ficar marcado na história, não só do clube, mas sim dos nossos jogadores também”, afirmou, já de olho nos próximas decisões. “Está todo mundo focado no objetivo que é, mais uma vez, ser campeão com o Palmeiras. Estou muito feliz de estar participando, espero mais uma vez dar o meu melhor, dando títulos e alegria aos torcedores, que sempre nos apoiam e estão nos dando força. São dois jogos, é ir lá, fazer um bom trabalho, e trazer um bom resultado aqui para dentro de casa”, finalizou o jogador, uma das armas alviverdes para a partida contra o Defensa y Justicia-ARG nesta quarta-feira (07), no estádio rival, pelo duelo de ida da CONMEBOL Recopa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *