Câmara da Vergonha: Vereador perde na Justiça pedido de liminar contra O Mato Grosso

Da Redação

Após a veiculação da matéria intitulada “A Câmara da Vergonha”, na edição 148 do Jornal O Mato Grosso, vários vereadores de Várzea Grande resolveram tentar intimidar o veículo de comunicação, muitos vereadores ligaram para nossa redação “exigindo” que seus nomes fossem retirados do impresso, muitos de forma truculenta e violenta.

Outros vereadores preferiram entrar judicialmente com o pedido para a retirada de seus nomes da matéria, este foi o caso do vereador Ivan dos Santos (PRB), que segundo  informações, teria entrado com um pedido de liminar requerendo a retirada de seu nome da matéria jornalística, alegando que a mesma seria desfavorável à sua imagem, além disso, o vereador teria solicitado uma retratação. Porém segundo fontes, o pedido foi negado no último dia 23 de janeiro de 2019, além de ter solicitado a retirada de seu nome, ele ainda teria solicitado uma indenização por danos morais.

É importante frisar, que o Jornal O Mato Grosso, assim como o site O Mato Grosso, jamais negou o direito de resposta para quem quer que seja, sempre nos colocamos a disposição para que os vereadores se retratassem sobre as questões colocadas, porém jamais fomos procurados pelo vereador em questão para que seu direito de resposta fosse exercido.

O vereador simplesmente decidiu tentar entrar na Justiça para tentar censurar um trabalho jornalístico que tem como único objetivo separar o “joio do trigo”, e assim mostrar para a população quem são nossos vereadores, a nenhum momento ligamos nenhum outro vereador, a não ser o envolvido e preso pela Polícia Judiciária Civil (PJC) ao caso de tráfico de drogas.

Portanto, mais uma vez reiteramos que estamos abertos para entrevistar qualquer vereador e assim garantir o direito de resposta, não serão gritos e tentativas de censura que irão nos calar, afinal, temos um compromisso com a população várzea-grandense.