Com a Upa, Policlínica do Verdão sediará avançado Centro de Atenção Psicossocial

Da Redação

A inauguração da Upa do Verdão, nos próximos dias, automaticamente vai implicar numa outra destinação às funções atuais da Policlínica do Verdão, que sediará avançado Centro de Atenção Psicossocial, projeto já anunciado pela Secretaria Municipal de Saúde. A coordenadora-geral da policlínica, Silvinha Figueiredo, disse hoje (25) que vê com bons olhos o aproveitamento das instalações do prédio para comportar outras ações na área médica. “O setor de atendimento psicológico – igualmente com demanda expressiva – terá notável ampliação de serviços públicos na capital. Isso é muito bom”, projetou.
Silvinha ainda citou que a Policlínica do Verdão “não sai assim de cena, apenas muda o cenário de atuação pelos munícipes”. Frisou estar feliz em saber que o prédio continuará sendo referência de ajuda a pessoas que buscam apoio médico. “Hoje, funciona como ponte solidária para os primeiros procedimentos médicos e a posterior transferência de pacientes, em casos mais graves, para unidades avançadas. É uma policlínica constituída de funcionários idealistas, e registra, no seu histórico, muitas vitórias autênticas da vida contra a morte”. Isso ocorre em função da eficiência prestativa do atendimento a quem chegou aqui em situação realmente grave”.
Na visão da coordenadora, a operacionalização da Upa do Verdão tende a aumentar o número de pacientes. “É um fator plenamente previsível pelas suas dimensões, mas com garantias de um atendimento mais preciso, em face da modernidade dos equipamentos e sua estrutura, no geral. A Upa, nossa vizinha, foi projetada para comportar grande contingente de pacientes SUS. Sem dúvidas, vai significar maior tranquilidade para quem mora em Cuiabá e, também, para os que vêm de fora, à procura de atendimento resolutivo na Saúde”, explicou a coordenadora.

Fonte: Assessoria