Convênios com 10 prefeituras melhoram escoamento de 5,5 milhões de toneladas de produção agrícola

Da Redação

Os convênios assinados pelo Governo do Estado com 10 prefeituras para execução de obras de pavimentação e manutenção de rodovias e recuperação de pontes, vão beneficiar uma população de 180,5 mil habitantes e contribuir para a continuidade do escoamento de uma significativa parte da produção mato-grossense – cerca de 5,5 milhões de toneladas – de algodão, milho, soja e proteína animal.

Os municípios conveniados – Água Boa, Campo Verde, Dom Aquino, Jaciara, Juscimeira, Nova Brasilândia, Poxoréo, Querência, São Pedro da Cipa e Nova Xavantina – têm em comum a produção de milho (1,737 milhão de toneladas, avaliadas em R$ 663,8 milhões) e soja (3,222 milhões de toneladas, R$ 3,35 bilhões) e a criação de gado bovino, num total de 1,69 milhão de cabeças. Os dados são do IBGE, de 2018.

Querência (1,17 milhão de toneladas de soja e 607 de milho), Campo Verde (750 mil toneladas de soja e 511 de milho) e Água Boa (552 toneladas de soja) são os destaques.

Cinco destes 10 municípios conveniados (Campo Verde, Dom Aquino, Jaciara, Juscimeira e Nova Xavantina) registraram em 2018, segundo o IBGE, a produção de 540 mil toneladas de algodão, avaliadas em R$ 1,38 bilhão.

Além disso, dois deles (Campo Verde e Poxoréo) contam com um plantel de 6,8 milhões de cabeças de galináceos, dos quais 3,57 milhões são de galinhas, com produção de 71,88 milhões de dúzias de ovos, avaliadas em R$ 141 milhões. Campo Verde responde por mais de dois terços deste faturamento.

Boa parte desta produção é transportada pelos quase 12 mil veículos (entre caminhões, caminhões trator, reboques e semirreboques) de uma frota total de 106,37 mil registrados nestes municípios.

Ainda de acordo como o IBGE, em 2017, os 10 municípios registraram um PIB (Produto Interno Bruto) per capita de R$ 39.258,91 e um PIB total de R$ 7,78 bilhões. Deste valor, 31,32% vêm do setor agropecuário, 29,64% do segmento de serviços, 20,92% da administração pública e 10,12% da indústria. O restante é resultado de impostos.

As obras

Através do convênio serão executadas obras de pavimentação e manutenção de aproximadamente 300 quilômetros de rodovias pavimentadas e não pavimentadas, além da recuperação de 29 pontes em Mato Grosso. As melhorias serão realizadas em 10 rodovias e no aeródromo em Nova Xavantina.

Com as prefeituras de Campo Verde, Dom Aquino, Jaciara, Juscimeira, Nova Brasilândia, Poxoréu e São Pedro da Cipa, por meio do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Econômico Social e Ambiental da Região Sul (Cidesasul), foi formalizado convênio para manutenção de 231,32 quilômetros de rodovias não pavimentadas.

As melhorias serão realizadas nas rodovias MT-140, MT-260, MT-457, MT-373, MT-454, MT-373, MT-244 e MT-472. Além disso, serão executadas as manutenções de 29 pontes de madeira. Para isso, serão investidos R$ 14,6 milhões pela Sinfra e o consórcio dará uma contrapartida de R$ 147 mil.

Já com a prefeitura de Água Boa será formalizado convênio para a conservação e manutenção da rodovia não pavimentada MT-240, em uma extensão de 52,9 quilômetros. Serão investidos aproximadamente R$ 329 mil, sendo R$ 317 mil repassados pela Sinfra à prefeitura para a execução dos serviços.

Com a prefeitura de Querência será formalizado um convênio no valor de R$ 6 milhões para a pavimentação da MT-109, em uma extensão de 10,68 quilômetros. Serão investidos aproximadamente R$ 5,2 milhões pela Sinfra para a execução da obra.

Ainda na MT-109 também será realizada a recuperação e reconstrução de um trecho de cinco quilômetros da rodovia. Ao todo serão destinados R$ 1,8 milhão para a execução da pavimentação, sendo R$ 1,6 milhão repassados diretamente pela Sinfra.

Já em Nova Xavantina será realizada a pavimentação da pista de pouso e decolagem, além do pátio de estacionamento de aeronaves do aeródromo municipal.  Serão investidos R$ 759 mil ao todo, sendo R$ 700 mil repassados pela Sinfra e R$ 59 mil de contrapartida da prefeitura.

 

 

 

 

Foto: Marcos Vergueiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *