Coordenadores de 17 municípios do PDI aprovam o uso de ferramentas virtuais

Da Redação.

Coordenadores de 17 municípios do projeto 2 do Programa de Desenvolvimento Institucional Integrado (PDI) participaram de reunião por videoconferência na última quarta-feira (03), com a equipe técnica do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) para avaliação dos resultados das ações do primeiro quadrimestre e da nova forma de interação por meio das ferramentas virtuais. 

Por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), as reuniões têm sido por videoconferência e a Secretaria de Articulação Institucional (SAI) tem realizado esta atividade, além de estimular e acompanhar as audiências públicas virtuais.

A secretária da SAI do TCE-MT, Cassyra Vuolo, avaliou a reunião como muito produtiva com avanços registrados nas ações de controle social e de transparência. “Muitos conselhos compreenderam a importância de estar presente durante o processo de execução das políticas públicas e, inclusive, elaboraram planos de ação para verificação e monitoramento dos resultados para o ano de 2020”. 

Outro fato destacado pela secretária é que “mesmo neste período da pandemia, percebeu-se uma maior interação virtual dos coordenadores com os secretários municipais, controladores internos e presidentes de conselhos”. 

Cassyra comentou que com a orientação do TCE para que os municípios utilizem as ferramentas virtuais para realizem as audiências públicas das Leis Orçamentárias e da LRF, os conselhos passaram a acompanhar essas ações do Executivo. “Um envolvimento de fundamental importância para o acompanhamento e fiscalização da gestão, nestes tempos”, ressaltou a secretária da SAI.  

O avanço nas ações do controle social, também é percebido e mencionado pela coordenadora do projeto 2 do PDI em Alta Floresta, Valéria Magri Albino. “este ano houve consideráveis avanços nas ações de controle social. Todos os conselhos, antigos e novos, conseguiram fazer os seus planos. Cada presidente se reuniu e definiu as atividades que serão realizadas em consonância com as demandas da sociedade inseridas no plano estratégico da cidade”.

A evolução foi comemorada por Emerson Miller coordenador do Projeto 2 do PDI de São José dos Quatros Marcos, “estamos vivendo um momento de qualidade! Tivemos muitos enfrentamentos para chegar na elaboração dos planos de ação. Entretanto, o importante é que todos entenderam a metodologia, o resultado a ser alcançado e produziram seus documentos a partir de sua realidade. E isso vai contribuir para que a população entenda ao que estamos fazendo e compreendam que teremos que continuar com as ações públicas e atender as demandas do cidadão”, afirmou. 

Participaram da reunião, os municípios de Cuiabá, Várzea Grande, Campo Verde, Itiquira, Lucas do Rio Verde, Primavera do Leste, Sinop, Tapurah, Sapezal, Água Boa, Alta Floresta, Nortelândia, São José dos Quatro Marcos, Juscimeira e Diamantino.

O PDI

Foi instituído em 2012 pelo TCE-MT com o objetivo de contribuir para a melhoria dos serviços públicos. A expectativa do programa é introduzir na administração pública e na sociedade as culturas do planejamento, da transparência, do controle social, da educação continuada, da eficiência e da inovação.

Ao todo, são seis projetos que integram o programa PDI, sendo eles: Projeto 1- Apoio ao Planejamento Estratégico; Projeto 2 – Incentivo ao acesso à informação e à Consciência Cidadã; Projeto 3 – Orientação por meio de cursos presenciais e à distância; Projeto 4 – Controle Gerencial utilizando o sistema GeoObras; e Projeto 5 – Modernização Institucional e o Projeto 6 – TCEndoCidadania. 

O foco do PDI é o desenvolvimento do TCE-MT e das instituições públicas fiscalizadas, a partir da transferência de conhecimento, tecnologias e boas práticas de gestão.