Defesas de pênalti de Dida contra o São Paulo completam 21 anos nesta sexta-feira


Foto: Arquivo Placar

O dia 28 de novembro de 1999 ficou marcado na história do Timão. Em um clássico Majestoso, onde o time do Parque São Jorge venceu o São Paulo no Morumbi por 3 a 2, os lances mais marcantes para o torcedor foram de duas defesas de pênalti do goleiro Alvinegro.

O confronto era válido pela semifinal do Brasileirão daquele ano, e Corinthians e São Paulo batalhavam por uma vitória que daria vantagem para o segundo encontro, sendo os dois jogos no Morumbi.

O Timão saiu na frente com gol de Nenê, aos 22 minutos do primeiro tempo, mas logo em seguida, aos 27, tomou o empate. Cinco minutos depois, Ricardinho colocou o Alvinegro com vantagem no placar novamente, 2 a 1. Antes do Intervalo, Edmílson empatou para o São Paulo.

Mesmo com mais um gol do Corinthians aos sete minutos da segunda etapa, Marcelinho de pênalti, a partida ainda guardava grandes emoções. Aos 17 do segundo tempo, o São Paulo teve a chance de empatar de pênalti, mas Dida pulou para o canto esquerdo e defendeu a cobrança de Raí.

Aos 46 minutos do segundo tempo, mais emoção. Outro pênalti marcado para o time do Morumbi. Raí na bola mais uma vez e, dessa vez, Dida pulou para o canto direito, defendendo novamente a cobrança do São Paulino e assegurando a vantagem para o Timão.

No segundo confronto, o Timão venceu por 2 a 1 e se classificou para a grande final, na qual venceu o Atlético-MG e se tornou Tricampeão Brasileiro.

 

 

COMENTE ABAIXO: