Está marcado o embater: o povo com Abílio X vereadores da base e Emanuel

Da Redação

O embate envolvendo os vereadores da base do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) com os vereadores de oposição, já tem dia e hora marcada, ocorrerá na sexta-feira, dia 06.03.2020, às 8:00hs na Câmara Municipal de Cuiabá, quando será votada a cassação do mandato do vereador Abílio Júnior (PSC).

Desde o início do mandato do prefeito Emanuel Pinheiro, que o vereador Abílio tomou a postura de oposição, realizando diversas fiscalizações, que resultaram em denúncias, desmantelamento de esquemas e até prisão de secretário, como foi no caso da Secretaria Municipal de Saúde, com o Operação Sangria.

“A atuação dos vereadores de oposição desagradou o sistema implantado pela gestão Emanuel Pinheiro”.

Vereadores de oposição:

Abílio Júnior (PSC), Diego Guimarães (Progressista), Dilemário Alencar (PROS), Marcelo Bussiki (PSB) e Felipe Wellaton (PV).

Este grupo de vereadores realizaram ações que levaram o Ministério Público a investigar várias atividades exercidas pelo poder executivo municipal, como foi o caso dos aluguéis pagos, para um imóvel que ainda se encontrava fechado, em estado inviável de utilização.

Durante esses últimos anos, os parlamentares da oposição conseguiram exercer uma das principais funções do vereador, que é fiscalizar as atividades realizadas pela Prefeitura, mesmo com uma ação na justiça, tentando impedir que o vereadores realizem seus trabalhos de fiscalizador.

Certo é que o vereador Abílio Júnior cometeu exageros na forma que escolheu para realizar suas fiscalizações, com algumas atitudes inconvenientes e sensacionalista, porém, mesmo com todas essas peculiaridades, as investigações realizadas pelo Ministérios Público, provinentes de alguns flagras cometido pelo chefe do poder executivo municipal, caracterizando até em graves danos ao erário público, e mesmo assim, a maioria dos vereadores da Câmara Municipal de Cuiabá, insiste em “deitado eternamente, dormindo em berço esplêndido”.

A sessão de amanhã promete agitar a cidade, o vereador Abílio pode até não ter a maioria dos vereadores do seu lado, porém existem uma grande parcela da população Cuiabá, que torce e luta para a sua permanência, já que se o peso o “paletó” não derrubou Emanuel, não são as fiscalizações de Abílio, que servirão de motivos para basear uma cassação.

  1. Carlos Eduardo Corrêa de lamônica says:

    ESTAREI LÁ PARA APOIAR O ABÍLIO E TENHO CERTEZA QUE ELE SAIRÁ VITORIOSO…. “ABÍLIO CUIABÁ ESTÁ COM VC “

Comments are closed.