Jornalista chama vereador de Várzea Grande de mentiroso (Ouça o audio)

O vereador de Várzea Grande, Drº Miguel, ao ter estacionado seu veículo em local proibido e ser flagrado pelo jornalista investigativo Pedro Ribeiro, do site Página 12, o vereador foi chamado de mentiroso pelo jornalista, a conversa foi gravada e divulgada em seu site.

Segundo o relato do jornalista, o vereador foi até uma agência bancária na Avenida Alzira Santana em Várzea Grande, acompanhado de uma mulher (muito bela por sinal, segundo o jornalista), porém ele teria estacionado seu veículo em uma vaga destinada para PcD (Pessoas com Deficiência) e juntamente da mulher adentrou na agência onde ficou por alguns minutos.

Após sair da agência bancária, o vereador entrou em seu carro e saiu normalmente, após o jornalista entrar em contato com o mesmo e relatar o ocorrido, Dr. Miguel afirmou que seu veículo estaria quebrado e por este motivo teria estacionado em local proibido. “Só deixa eu pedir um favor pra você, eu estou lhe dando está informação, o acontecido foi este, tá? E gostaria que você tomasse uma atitude para esclarecer, dentro do possível, dentro do junto e perfeito… Provavelmente eu vou ter que levar o carro pra assistência, pra arrumar, até se depois você quiser que eu te mostre a nota fiscal do concerto, não tem problema, eu te mostro na boa” diz o vereador durante a ligação.

Na sequência, Pedro Ribeiro afirma que ele não está falando a verdade, já que ele teria acompanhado o episódio desde o inicio e presenciou o momento que o vereador saiu com o veículo que não apresentava nenhum momento. “O senhor não está falando a verdade, o senhor é um mentiroso, sabe por que é um mentiroso? Porque eu acompanhei o senhor, na hora que o senhor chegou com o carro, o carro não estava nada estragado, e eu acompanhei o senhor na agência, o senhor entrando com a mulher na agência, o senhor passou horas na agência, o carro não estava com problema nenhum vereador, eu que fiz a foto e eu que filmei.” Disse o jornalista.

Na sequencia o jornalista ainda o lembra que ele é uma autoridade municipal e estaria dando mal exemplo. “O senhor vai mentir para outro, não para um jornalista investigativo. O senhor é mentiroso, o senhor parou em uma placa que não devia parar, o senhor é autoridade municipal, você parou em local proibido, o senhor infringiu uma legislação.” Continuou.

Casos como este flagrado pelo jornalista Pedro Ribeiro são inaceitáveis, já que se trata de representantes da população que devem seguir exemplo, justamente para cobrar que a população não cometa tal ato. Como que um vereador poderá cobrar da sociedade que respeite as pessoas com deficiência, se nem mesmo eles respeitam?

Foto: Montagem