Liga Esportiva Municipal (LEMAC) adere à Corrente do Bem

Presidente da entidade oficializou apoio ao Projeto Corrente do Bem em visita hoje (10) ao jornalista Laerte Lannes, idealizador dessa iniciativa solidária juntamente com o saudoso Arnaldo do Mapin

Da Redação

Já contando com grupo apoiador junto a setores diversos da iniciativa privada e área pública [governos estadual/municipal, ALMT e PMMT], o projeto Corrente do Bem, idealizado e operacionalizado pelo jornalista Laerte Lannes, âncora do ‘Programa da Gente” (TBO/MT), conta também agora com apoio solidário da Liga Esportiva Municipal – LEMAC, presidida pelo líder comunitário Paulo César Camargo Ramos, o “Gatão”. Paulo César presidiu a Associação de Moradores do bairro Cidade Alta, em Cuiabá, e a DECCAR; é servidor público federal, lotado na Funasa.

Conforme expôs “Gatão”, “integrar um projeto dessa envergadura, que abraça irmãos necessitados, é algo reconfortante para todos nós, pois o mundo inteiro evidencia carência não apenas alimentar, mas também de apoio afetivo. Esse trabalho desempenhado pelo amigo Laerte Lannes, jornalista de renome estadual, realmente tem feito muita diferença na vida de pessoas que estavam praticamente isoladas com suas dificuldades”.

Ele ainda sublinhou que, além de alimentos e outros suprimentos emergenciais entregues às famílias desvalidas pela pandemia, a Corrente do Bem veio sublinhar o quanto é importante estender as mãos àqueles que precisam. “O lema do projeto, “fazer o bem sem olhar a quem”, portanto, se adequa perfeitamente ao objetivo amoroso dessas ações, detalhe que nos sensibilizou. No geral, é um acalento aos semelhantes que só anteviam desespero à sua volta. Para nós, da LEMAC, é uma honra fazer parte desse grupo voluntário tão abnegado em promover o bem”.

Para Lannes, a construção dos pilares de apoio aos semelhantes mais necessitados acontece em escala sequencial, pois há maior entendimento sensível das pessoas em relação a tudo que desmoronou por causa dos reflexos dessa pandemia. “Desemprego gera fome, e fome gera desespero, é praxe. Portanto, qualquer degrau de apoio é importante para que nossos irmãos se sintam acolhidos, cientes de que não estão sozinhos nessa marcha de dúvidas e dificuldades de toda ordem, imposta pela covid-19. A Corrente do Bem, em suma, é coração aberto, receptivo, para refugar as lágrimas de aflição de muitas famílias, transformando-as em serenidade. Vamos continuar investindo nesse projeto social, sempre agradecidos pelos parceiros instituições que somam forças conosco”.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *