Max Russi pede que servidores tenham bom senso em relação a PEC da reforma da previdência

Da Redação

O deputado estadual Max Russi (PSB) pediu bom senso por parte dos servidores públicos do Estado durante a discussão da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que trata sobre a Reforma da Previdência.

Russi ressaltou ainda a necessidade nas mudanças propostas para o sistema previdenciário, disse ainda que o entendimento é o melhor caminho e que a reunião foi bastante produtiva. 

“Eu acho que o entendimento é o melhor caminho. Me parece que a reunião foi bastante produtiva. Os servidores também são reticentes em alguns pontos da reforma da previdência, mas entendem que é uma pauta que interessa a todos”, disse o deputado.

No início desta semana, o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM) abriu prazo de 15 dias para que a proposta seja discutida pelos servidores que poderão apresentar propostas

De acordo com Mendes, o rompo estimado da previdência deverá atingir os R$ 25 bilhões em dez anos, sendo que apenas no ano que vem estão estimados um déficit de R$ 1,3 bilhão com tendência de crescimento.

Max Russo disse ainda que não adianta ter muitos benefícios e não ter condições de receber a aposentadoria, lembrando de quando era chefe da Casa-Civil do governo Pedro Taques. “Quando fui chefe da Casa Civil [na Gestão Pedro Taques], falava que uma das maiores preocupações dos servidores têm que ser com a Previdência”, disse Max.

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT