MT vai investir na construção de parque multieventos e ampliação de equipamentos esportivos e culturais

Da Redação

A Cultura, Esporte e Lazer em Mato Grosso foram as principais áreas afetadas com a pandemia da Covid-19 este ano e, para reverter tal cenário, o Governo vai investir R$ 170 milhões nos setores, por meio do programa Mais MT. Os recursos devem ser aplicados em infraestrutura, reformas e execução de programas voltados à prática de esportes e criação de espaços para realização de eventos culturais em todo o Estado. Conforme o cronograma, a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) será responsável por conduzir obras de requalificação da Arena Pantanal, como reforma e ampliação dos equipamentos.

Arena Série A é uma proposta que visa adequar o local para receber grandes jogos. O esporte contará ainda com o fortalecimento dos jogos escolares, promoção e apoio a eventos esportivos, ampliação do programa Bolsa Atleta retomado este ano pela atual gestão e que faz  o repasse de recursos para custeio de atividades esportivas por 12 meses, além do “Virando o Jogo”, voltado ao acesso da prática de atividades de lutas e artes marciais. 

A construção do parque multieventos em Mato Grosso será o carro-chefe no setor da cultura. Há ainda a execução de ações de preservação do patrimônio histórico e cultural, recuperação, apoio a eventos e iniciativas em vários municípios.

“Isso mostra o extremo valor que governador Mauro Mendes dá para nossa cultura e esporte – áreas tão essenciais na transformação social e que são extremamente importantes dentro deste governo. Quero agradecer o empenho de toda a secretaria na construção desses projetos. É um investimento justo e merecido em uma área que foi tão afetada neste período de pandemia. Temos tudo para mudar o futuro de Mato Grosso”, destacou o secretário estadual de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado.

Mais MT é considerado o maior em investimentos para os próximos anos, impulsionando a economia, gerando emprego e renda e beneficiando diretamente os mato-grossenses. O programa prevê executar investimentos na ordem de R$ 9,5 bilhões até 2022.