Prefeito faz apelo para viabilizar bombas de infusão necessárias à abertura de novos leitos de UTI

Da Redação

Cuiabá já conta com 20 respiradores instalados no Hospital de Referência à Covid-19 (antigo Pronto Socorro), mas que dependem da chegada de bombas de infusão, que a Prefeitura tenta há quase um mês adquirir, mas não encontra no mercado. Por conta disso e do alto índice de ocupação dos 95 leitos de UTI’s exclusivos para Covid-19 já existentes na rede municipal, o prefeito Emanuel Pinheiro fez um apelo para que todos que tenham condições ajudem a colocar esses 20 novos leitos de UTI à disposição dos pacientes. “Para abrir esses leitos amanhã, precisamos de 60 bombas de infusão imediatamente. Já fizemos o processo desde o início do mês, estamos em busca. Há uma dificuldade que não é só de Cuiabá, é do Brasil inteiro. Essa dificuldade está no mundo inteiro e o Brasil não foge a regra”, explica o gestor. 

“Eu aproveito para fazer um apelo ao governo do Estado, às autoridades em geral, às empresas privadas. Quem tiver condições de viabilizar, seja para compra ou por doação, 60 bombas de infusão para a Prefeitura de Cuiabá, por favor, entre em contato conosco, que, conseguindo viabilizar essas 60 bombas de infusão, eu abro amanhã mais 20 leitos de UTI’s exclusivos para Covid-19”, afirmou neste domingo (28), após fazer vistoria no Hospital de Referência. O pedido por 60 bombas de infusão ocorre porque a cada respirador são utilizadas 3 bombas de infusão. 

Pinheiro destaca ainda que a Prefeitura deve abrir em breve mais leitos de UTI exclusivos para atendimento à pacientes com Covid-19. O deputado Emanuel Pinheiro Neto, Emanuelzinho, conseguiu mais 20 respiradores (10 fixos e 10 móveis, para ambulâncias) nesta semana, além dos 20 que já foram adquiridos no último dia 12 e que já estão no Hospital de Referência, aguardando as bombas de infusão para começarem a funcionar. Também já chegaram os 10 respiradores doados pelo Governo do Estado. “Nós já planejamos abrir novos leitos de UTI’s nos próximos dias para continuar atendendo e acolhendo a população cuiabana, a população mato-grossense, salvando vidas, zelando, cuidando, preservando a saúde e a vida das pessoas”, afirma o prefeito de Cuiabá. 

Atualmente, a rede municipal de Saúde já conta com 95 leitos de UTI exclusivos para tratamento da Covid-19, sendo 55 no Hospital Referência e 40 no Hospital São Benedito. 

Déficit de pessoal

Apesar dos avanços da Prefeitura na obtenção de novos leitos de UTI, a Capital mato-grossense, assim como inúmeras cidades pelo país, sofre também com o desfalque na equipe de profissionais de saúde.

Hoje, estão afastados do trabalho mais de 1,5 mil servidores da Saúde por fazerem parte do grupo de risco (maiores de 60 anos, imunodeprimidos e/ou portadores de doenças crônicas). Desses profissionais, cerca de 600 atuam na linha de frente, ou seja, no contato direto com os pacientes (médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e técnicos de enfermagem). 

 

 

Foto: Prefeitura CBA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *