Reeducandos de Pontes e Lacerda confeccionam roupas para escola e hospital públicos

Da Redação

Mais de mil peças de confecção foram produzidas pelos reeducandos do Centro de Detenção Provisória (CDP) do município de Pontes e Lacerda (445 km a Oeste de Cuiabá). Cinco recuperando produzem os próprios uniformes, como também do hospital público da cidade e de uma escola municipal. O serviço de corte e costura está vigente há um ano na instituição penal.

O projeto começou após capacitação oferecida pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Dentre as peças confeccionadas estão camisetas, calças, bermudas, lençóis, camisolas para pacientes do hospital e toucas higiênicas para utilização das merendeiras da rede pública de ensino.

O diretor da unidade, Marcelo Wagner de Oliveira, frisa que o projeto é importante para a ressocialização do reeducando.

“Avalio como positivo o trabalho, pois os reeducandos estão aprendendo uma nova profissão, pagando suas penas dignamente e, ao mesmo tempo, fazendo algo de bom para a sociedade”, declara.

Atualmente o CDP possui 250 homens. São utilizadas na produção seis máquinas de costura.

Foto: Sesp MT