Rondonópolis recebe 16 km de Anel Viário

Da Redação

A obra de restauração do Anel Viário de Rondonópolis (217 km de Cuiabá) está finalizada e será entregue à população pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra). A cerimônia oficial acontece nesta sexta-feira (07.02), a partir das 9h30, e contará com a presença do governador Mauro Mendes e do secretário de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira.

Os 16 quilômetros do rodoanel, que incluem as rodovias MT-483 e MT-270, nos entroncamentos da BR-163, margeando a cidade de Rondonópolis, foram totalmente recuperados e ganharam uma capa de Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ) e sinalização. “Quando assumimos a secretaria, no início de 2019, o Anel Viário de Rondonópolis existia, mas estava totalmente acabado, degradado. Concluímos os primeiros serviços de restauração e estaremos entregando à população nesta sexta-feira (07.02)”, destacou o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira.

De acordo com o secretário, todo o trecho da rodovia recebeu uma camada de Tratamento Superficial Duplo (TSD), com capa selante, e ainda dois centímetros de Concreto Betuminoso Usinado a Quente, o CBUQ. “Fizemos um serviço de restauração de base muito bem feito e um trabalho de reciclagem de material. Aquele trajeto que demorava até uma hora para fazer a travessia de 16 quilômetros, agora é percorrido em 15 minutos”, afirmou.

O titular da Infraestrutura ressaltou ainda que a equipe da Sinfra continuará em campo, mesmo após o término dos serviços de restauração. Isso porque, a equipe de fiscalização da pasta identificou que será necessário reforçar o sistema de drenagem em alguns pontos da pista para evitar que a água invada a rodovia durante a época das chuvas. “Fizemos primeiro a restauração porque não podíamos perder a sub-base da pista. Estamos fazendo agora o reconhecimento para identificar também os pontos onde serão necessários a realização da drenagem”, concluiu ele, dizendo que esse trabalho terá início após o fim do período chuvoso.

Obras

Os serviços de restauração do anel viário, orçados em R$ 5,94 milhões, tiveram investimento final de R$ 7,13 milhões. A alteração do valor, autorizada pela Sinfra por estar dentro dos limites previstos na Lei de Licitações (n º 8666/83), deveu-se ao laudo de vistoria da equipe de supervisão da obra que detectou a necessidade de aplicação de uma camada de CBUQ sobre a camada de TSD, prevista em contrato. Conforme relatório da supervisão, a rodovia deveria receber também o CBUQ devido ao fluxo elevado de veículos pesados (carretas bitrem e tritrem), o que foi acatado pela fiscalização.

A obra de recuperação do contorno viário foi tocada pela empresa ENPA Engenharia e Parceria Eirelli, que venceu o processo licitatório concluído em agosto de 2019. Conforme o edital, o prazo de execução da obra, iniciada em setembro do ano passado, era de oito meses (240 dias), com vigência contratual de 11 meses (330 dias).

Balanço

Em 2019, a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) concluiu 45 obras num total de mais de 500 quilômetros, o que representa 31% do total de 140 ações (obras e serviços) tocadas pela pasta no ano. O número engloba obras rodoviárias (rodovias e pontes), contratos remanescentes da Copa do Mundo e pavimentação urbana, beneficiando diretamente 29 municípios de Mato Grosso.

Foto: Rodolfo Perdigão