Saiba Como a TI orientada aos negócios pode impactar sua empresa

Da Redação

Você consegue se imaginar em um mundo sem tecnologia? Provavelmente, não. O recurso encontra-se presente em diferentes formatos das esferas sociais. Quando se trata do mercado corporativo, as soluções tecnológicas são sinônimos de sobrevivência visto que contribuem com entregas ágeis e de alta qualidade. Neste contexto, o Gartner identificou no Brasil um possível aumento no investimento de empresas em TI no qual há uma previsão de crescimento de 2,5% do último ano para cá – o que representa uma movimentação de R$ 266 bilhões.

Fato é que os executivos brasileiros tomaram consciência sobre a importância da TI para o impulsionamento da companhia, mas, será que o capital investido está sendo direcionado no lugar certo? Na prática, a área costuma ser vista como a base do funcionamento das engrenagens de uma empresa. Ou seja, uma unidade puramente operacional responsável por sanar os problemas técnicos do dia a dia. Aqui, preciso dizer que o uso dos recursos tecnológicos atualmente disponíveis podem (e devem) ir muito além da infraestrutura e aplicações.

Ao mudar a visão do papel da tecnologia no ambiente organizacional, o executivo é capaz de elevar o patamar da marca por meio da otimização do nível de competitividade da empresa perante a concorrência. Para que esse movimento aconteça, uma sugestão é desenvolver a seguinte perspectiva: uma área de TI orientada aos negócios. Na prática, a iniciativa de integrar as soluções tecnológicas e a estratégia organizacional auxilia a análise real do cenário organizacional a fim de definir as prioridades, e, consequentemente, traçar os passos necessários para concretizá-las.

Diante desse panorama, o ponto de partida para alcançar uma equipe de TI estratégica é identificar os gaps de performance organizacional.

Outro processo essencial nesta jornada, é de ter alguém na organização olhando para o futuro, fomentando as mudanças essenciais antes da real necessidade. Antecipação é um dos pilares fundamentais da TI estratégica.

 

Foto: Diego Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *