“São novos tempos para o Estado e no Governo de MT”, afirma presidente da AL sobre o Mais MT

Da Redação.

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), Eduardo Botelho, destacou o processo de transformação que o Estado vem vivenciando nos últimos dois anos, mesmo em meio à pandemia e às dificuldades no país de modo geral.

“São novos tempos no Estado de Mato Grosso e no Governo – lançando obras em um momento em que todos os outros Estados vivem em recessão e paralisando obras. Nós estamos lançando e retomando obras em todas as regiões. Este novo momento representa Mato Grosso nos trilhos e a economia pronta para investimentos”, disse o parlamentar.

A fala do presidente da Assembleia ocorreu durante a assinatura de ordens de serviço para a execução de obras de pavimentação e construção de pontes do programa Mais MT, na última quinta-feira (18.02), no Palácio Paiaguás.

Ainda segundo ele, a satisfação de atender aos municípios é ainda maior, já que o processo também contou com a participação do Poder Legislativo.

“Estamos satisfeitos porque tudo o que está acontecendo hoje passou pela Assembleia. Discutimos projetos, situação econômica, votamos e aprovamos. Podemos dizer que em cada obra tem uma parcela da Assembleia. A população pediu estas obras e o Governo está tornando realidade e fazendo disso um motivo de alegria para toda a população mato-grossense”, concluiu.

O programa Mais MT foi lançado em 2020 pelo governador Mauro Mendes e prevê investimentos de R$ 9,5 bilhões em todos os setores. Somente nas ações de infraestrutura estão previstos investimentos totais de R$ 4,73 bilhões em quatro anos (2019-2022).

As ordens de serviço vão atender mais de 50 municípios com a pavimentação de mais de 700 quilômetros de rodovias e construção de 40 pontes.Em projetos, a Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística (Sinfra) apresentou mais 1.050 quilômetros de pavimentação, restauração, manutenção e construção de 51 novas pontes de concreto em 34 municípios. As ordens de serviço para o início dos projetos serão emitidas no mês de março.

Foto: Mayke Toscano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *