Trabalhadores da saúde recebem vacina contra Influenza nesta quarta

Grupos compostos por gestantes, puérperas e crianças entre 6 meses e menores de 6 anos continuam sendo atendidas

Da Redação

Trabalhadores da saúde começarão a ser vacinados contra os três tipos de Influenza (Influenza A H1N1, Influenza A H3N2 e Influenza B) nesta quarta-feira (5), em todas as unidades básicas de saúde, com exceção de alguns locais onde não há condições de fazer a separação entre os pacientes com suspeita de Covid-19 e os que vão ser vacinados (veja lista das exceções abaixo).

Mesmo com o novo público-alvo, os grupos compostos por crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes e puérperas continuam sendo atendidos. A previsão é que a campanha aconteça até o dia 9 de julho.

A secretária municipal de Saúde, Ozenira Félix, destaca que toda uma estrutura foi montada nas unidades de saúde, com tendas para triagem dos pacientes para garantir que pessoas saudáveis e que podem se vacinar não se misturem com pessoas com suspeita de covid-19 e pede que a população convocada para a vacina contra a Influenza compareçam para se imunizar. “A Influenza é uma doença que tem características muito parecidas com as da covid-19 e também pode levar à hospitalização. Então, é muito importante que as pessoas se vacinem, principalmente neste momento de pandemia. Percebemos que a procura pela vacina da gripe tem sido aquém do esperado, talvez pelo medo das pessoas de estarem indo até às unidades e terem contato com pessoas doentes, mas queremos reforçar que estamos tomando todas as medidas para garantir a segurança dos nossos usuários do SUS”, disse.

As unidades que NÃO terão vacina contra a gripe são: PSF Osmar Cabral / Liberdade, PSF Nova Esperança, PSF Pedra 90 lll e lV e PSF São Gonçalo, na região Sul; PSF Novo Horizonte e CS Ana Poupina, na região Leste; PSF Santa Amália /Jd. Araçá, PSF Santa Isabel I e II e PSF Santa Isabel III, na região Oeste.

Saiba quem se enquadra como trabalhador da Saúde

Estão inclusos na 23ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza todos os trabalhadores da saúde dos serviços públicos e privados, nos diferentes níveis de complexidade. Os trabalhadores da Saúde são aqueles que atuam em espaços e estabelecimentos de assistência e vigilância à saúde, sejam eles hospitais, clínicas, ambulatórios, laboratórios e outros locais. Assim, compreende tanto os profissionais da saúde – como médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, odontologistas, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, profissionais de educação física, médicos veterinários e seus respectivos técnicos e auxiliares – quanto os trabalhadores de apoio, como recepcionistas, seguranças, pessoal da limpeza, cozinheiros e auxiliares, motoristas de ambulâncias e outros, ou seja, aqueles que trabalham nos serviços de saúde, mas que não estão prestando serviços diretos de assistência à saúde das pessoas. 

Incluem-se, ainda, aqueles profissionais que atuam em cuidados domiciliares como os cuidadores de idosos e doulas/parteiras. A vacina também será ofertada aos estudantes da área da saúde que estiverem prestando atendimento na assistência dos serviços de saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *