Várzea Grande aguarda confirmação de matrículas para oferecer novas vagas na Rede Pública Municipal

Da Redação

A Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Várzea Grande, aguarda até o próximo dia 14 de janeiro, a confirmação, por parte dos pais e responsáveis pelas novas matrículas de alunos da Educação Infantil e etapas da Educação Básica, que foram realizadas pela primeira vez de forma online, para então abrir novas vagas remanescentes.

“Os 28 mil alunos que eram da Rede Pública Municipal e que permanecem em nossas unidades tiveram suas rematrículas realizadas de forma automática. Já as novas matrículas foram realizadas através da internet, e neste caso específico, as que não forem confirmadas até o próximo dia 14, ficam anuladas e voltam para o sistema para contemplarem outros pretendentes”, disse o titular da Secretaria Municipal de Educação, Silvio Fidélis apontando para a determinação do prefeito Kalil Baracat de acolher a todos que desejarem estudar, respeitando as regras de quantitativo, de qualidade do ensino e principalmente de biossegurança por causa da pandemia da COVID 19.

No dia 14, a Rede Pública Municipal, inicia o prazo para cadastro de pré-matrícula das vagas remanescentes e que não foram ocupadas no decorrer do processo de matrícula.

De acordo com Sílvio Fidelis, a Secretaria de Educação efetivou até o momento, 6.338 cadastros durante o período de inscrição online para a inserção de novos alunos. “O procedimento das inscrições para alunos novos ocorreu de 4 a 7 de janeiro sendo 100% online, e foram efetuadas diretamente no Portal da Prefeitura de Várzea Grande, e sem nenhuma ocorrência registrada, nem a necessidade de deslocamento por parte dos pais e responsáveis pelos alunos, até a unidade escolhida. Estamos ampliando esse processo de matrículas e dando uma segunda chance”.

Silvio Fidelis explicou que os responsáveis pelos alunos novos receberam email com a confirmação do cadastro e já agendaram na unidade escolhida, a data e horário para a efetivação da matrícula. “Esse procedimento tem sido feito de forma transparente e de forma preventiva diante deste novo momento da pandemia. É importante lembrar que todas as unidades escolares adotaram padrões de biossegurança para minimizar ao máximo o fator de contaminação”, explicou.

Segundo ele, além dos cadastros de alunos novos, a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer está também realizando o processo de transferência escolar para os alunos que desejam migrar para outras unidades escolares das Redes Públicas Estadual ou Privada.  

O retorno das aulas presenciais está previsto para o mês de fevereiro, porém vai depender ainda de uma nova regulamentação de protocolos e medidas de segurança a serem editadas pelo município.

Já o calendário Escolar de 2021 das unidades escolares pertencentes à Rede Pública Municipal deverá atender 200 dias letivos e a carga horária mínima de 800 horas, salvo novas orientações, diante do cenário de excepcionalidades, que impossibilite o retorno às aulas.

Foto: Secom-VG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *